Amor bom pra cachorro: Mãe de Pet também deve e merece comemorar o dia 8 de maio

Gostou deste conteúdo? compartilhe...

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

A estudante de enfermagem Luanna Santos, 20 anos, está esperando seu primeiro filho, o Benjamin, previsto para chegar neste mundo no dia 21 de agosto de 2022. Mas, a grande verdade, é que a jovem já vivencia a maternidade muito antes disso: ela é mãe de Pet.

O primeiro que chegou na família, foi o José, uma calopsita. Meses mais tarde, foi a vez do cãozinho de nome Frederico Teodoro dominar as coisas por lá e ganhar a simpatia de todos da casa. Alegria e amor, agora em dose tripla.

“Com toda certeza, considero meus pets como meus filhos de verdade. Os animais são seres inteligentes e muitas vezes subestimamos isso, mas é uma realidade que não podemos negar, eles nos ensinam diariamente sobre tudo. José e Frederico são animais de espécies diferentes, mas com certeza foram essenciais para mudar minha visão sobre muitas situações. São como filhos, gostam de carinho, precisam de cuidado, tomam remédios, gostam de brincar, fazem birra, é um treinamento e tanto”, conta Luanna.

Na imagem, Luanna e José

Perguntada sobre o que mudou em sua vida, antes e depois do José e do Frederico, a estudante não titubeia e responde rápido.

“Quando você é mãe de pet nunca mais se sente sozinha, eles são uma companhia perfeita. Comigo foi assim, quando estou triste eles se tornam minha terapia, é uma troca de carinho que jamais saberei explicar, sou muito grata pelo meu filho de penas e meu filho de pelos”, completa ela.

 

PARCEIROS