Corpo de Bombeiros faz alerta sobre afogamentos no litoral

Crédito da Foto - PMPR

Gostou deste conteúdo? compartilhe...

Facebook
WhatsApp
Email

Nas últimas semanas, o litoral do Paraná tem registrado com frequência casos de afogamento, em especial durante os finais de semana e feriados, quando o fluxo de visitantes é mais intenso nas praias.

Recentemente um bombeiro de Rio Negro, veio a falecer e uma criança, de 11 anos, também se afogou na Praia Central, em Guaratuba, enquanto passeava com a família.

O menino estava na água após o horário de atendimento da equipe de salva vidas e engoliu bastante água, chegou a ser encaminhado ao Hospital Regional do Litoral em Paranaguá, mas devido a complexidade do caso, acabou sendo transferido para o Hospital Angelina Caron, em Curitiba.

Essas situações, servem como uma alerta para a temporada de verão que está por vir. Por isso, o Portal E + Notícias conversou sobre o assunto com o tenente do Corpo de Bombeiros de Paranaguá, Rodrigo Malaquias. Confira!.

Ultimamente, afogamentos têm sido registrados de forma recorrente no litoral. Qual motivo?

O aumento no número de banhistas aos fins de semana está diretamente associado ao aumento do número de afogamentos e apesar da abertura de mais postos do que nos anos anteriores, os banhistas continuam frequentando áreas não protegidas por guarda-vidas.

Qual orientação para evitar que estas situações se repitam?

A recomendação mais frequente e mais efetiva é que os banhistas procurem áreas protegidas por guarda-vidas, que estão na orla para passar orientações e informações para que as atividades sejam realizadas de modo seguro, bem como para, caso seja necessário, realizar resgates. Além disso, recomendamos que não seja feita a ingestão de bebidas alcoólicas ou outro tipo de substância psicoativa antes de entrar na água.

No caso de perceber alguém se afogando, o que deve ser feito?

Acionar o corpo de bombeiros pelo telefone de emergência (193) ou o posto de guarda-vidas mais próximo. Não é recomendável entrar na água para retirar uma vítima de afogamento sem o equipamento ou treinamento adequados, a fim de não se tornar mais uma vítima. Caso seja possível, tente oferecer um objeto com flutuabilidade para a vítima.

Como o Corpo de Bombeiros está se preparando para a temporada de verão 2021/2022?

O Curso de Capacitação de Guarda-Vidas militares está em andamento, para que sejam formados 30 novos guarda-vidas, bem como o Curso de Capacitação de Guarda-Vidas Civis será iniciado em breve, para formar 100 GVCs no litoral, que trabalharão tanto na temporada quanto fora dela. Além disso, durante a Operação Verão, o 8º GB recebe reforço de efetivo de outras unidades do estado e, neste ano, receberá novas embarcações que ficarão a serviço de todos os frequentadores do litoral.