Desentendimento entre vizinhos vira caso de polícia no Emboguaçu

Gostou deste conteúdo? compartilhe...

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Um casal residente na Rua Balduína de Andrade Lobo, no bairro Emboguaçu, acionou a Polícia Militar na noite da última quarta-feira (23).

Segundo os denunciantes, o filho do casal, um garoto de apenas 7 anos, foi segurado com força pelo braço por um vizinho, porque estava batendo no portão de sua casa. Ao tomar consciência do fato, os pais da criança procuraram o homem para entender o que havia ocorrido e segundo eles, foram recebidos com agressividade.

O vizinho teria ameaçado fazer o uso de sua arma de fogo contra o casal, que voltou para casa. Logo em seguida, eles teriam ouvido ruídos semelhantes a disparos de arma de fogo e chamaram a polícia.

Chegando no local, os policiais encontraram o acusado no portão de sua residência e ao revistarem a casa, os agentes encontraram uma arma de fogo (Garrucha marca Rossi calibre .22 e numeração não legível), com capacidade para duas munições, uma munição havia sido deflagrada, para a PM, ele afirmou que não havia disparado. Outras munições não utilizadas foram encontradas na residência.

O homem então, foi algemado e encaminhado para a Delegacia onde prestou depoimento.

PARCEIROS