Empresa BR Travessias tem 20 dias para realizar melhorias exigidas pela justiça

Gostou deste conteúdo? compartilhe...

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O juiz de Direito Substituto Jailton Juan Carlos Tontini, da 3ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba, da Justiça Estadual determinou que a empresa BR Travessias, responsável pelo ferry boat de Guaratuba, tem 20 dias para colocar em prática as melhorias necessárias nas pontes e flutuantes a fim de garantir a segurança dos usuários.

O juiz atende um pedido de liminar feito através de uma ação civil pública protocolada no último dia 1º pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER), órgão ligado ao governo do Paraná.

Além disso, foi estipulada multa diária de R$ 50 mil à empresa em caso de descumprimento. “As intervenções almejadas pelos autores são urgentes, sob pena de exposição dos usuários do Ferry Boat a sério e concreto risco de acidentes”, disse o juiz em um trecho do documento.

A empresa BR Travessias assumiu os trabalhos em Guaratuba em abril de 2021 e de lá para cá inúmeros problemas já foram relatados pelos usuários. Entre eles, um dos flutuantes operados pela concessionária que acabou naufragando.

A prefeitura de Guaratuba chegou a decretar em duas ocasiões estado de calamidade pública. O DER destacou ainda, que as estruturas do ferry boat estão em estado calamitoso e que as melhorias já forma solicitadas à empresa, porém, sem o resultado esperado.

PARCEIROS