Mais um recorde: Portos do Paraná alcançaram o melhor semestre da história

Gostou deste conteúdo? compartilhe...

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Os portos do Paraná não param de bater recordes. Agora, eles alcançaram o melhor semestre da história, com 29.081.691 toneladas de cargas movimentadas.

O total de produtos importados e exportados entre janeiro e junho de 2021 foi 3% maior que o registrado no mesmo período do ano passado, que era recorde histórico até então, com 28.177.335 toneladas no primeiro semestre.

De acordo com o Ministério da Economia, as exportações dos portos de Paranaguá e Antonina foram os responsáveis pela receita de US$ 9,6 bilhões, o número presenta uma alta de 11% na comparação com os mesmos seis meses do ano passado (US$ 8,6 bi). Já nas importações, o crescimento em valor foi de 35%, chegando a US$ 7,5 bilhões (em 2020 foram US$ 5,5 bi).

“A atividade portuária depende de muitos fatores externos, como clima, a colheita da safra, o mercado internacional, mas nossa previsão é ultrapassar as 58 milhões de toneladas movimentadas até dezembro de 2020”, afirmou o secretário de Estado da Infraestrutura e Logística, Sandro Alex em entrevista para a Agência Estadual de Notícias.

E não para por aí, os valores computados no primeiro semestre de 2021 já passam em quase 10 milhões de toneladas a movimentação registrada há 10 anos, no acumulado de janeiro a junho de 2011.

“Se mantivermos esse padrão, a projeção do Plano Nacional de Logística Portuário, de movimentar 60 milhões de toneladas via Paranaguá e Antonina, será alcançada muito antes de 2030”, avaliou. Em todo o ano passado, 57.338.001 toneladas de produtos passaram pelos terminais paranaenses. Em 2021, o crescimento segue impulsionado, principalmente, pelas altas nos segmentos de carga geral e granéis líquidos. Porém, com destaques de altas significativas também entre os granéis sólidos, nosso carro-chefe”, afirmou o diretor-presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia para a AEN.

Com informações da Agência Estadual de Notícias

PARCEIROS