Matinhos confirma dois óbitos em decorrência da H3N2

Gostou deste conteúdo? compartilhe...

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Mais 212 novos casos e 11 óbitos em decorrência da H3N2 foram confirmados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) no Paraná, sendo duas mortes registradas no município de Matinhos.

Os óbitos aconteceram em Jaguapitã (1), Matinhos (2), Palotina (1), Perobal (1), Campo Mourão (1), Jacarezinho (1), Maringá (1), Pinhais (1), Curitiba (1) e também de um residente de Jundiaí, no Estado de São Paulo.

A doença é um tipo do vírus da Gripe Influenza A e desde dezembro já são 1.862 novos casos e 66 mortes. Os óbitos foram registrados entre os dias 13 e 30 de janeiro deste ano, sendo quatro homens e sete mulheres com idades entre 43 a 98 anos.

“Seguimos monitorando os casos de H3N2 no Paraná, que tem se intensificado neste começo de ano. Esse monitoramento é muito importante para avaliarmos a evolução do estado epidêmico no Paraná e, com isso, utilizarmos das melhores ferramentas para contê-lo”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, em entrevista para a Agência Estadual de Notícias.

O Paraná declarou no dia 12 de janeiro de 2022 estado de epidemia de H3N2, levando em conta o rápido contágio, direto ou indireto da doença. Geralmente a circulação do vírus da gripe ocorre nos dias mais frios, no entanto, este ano a infecção pela doença foi intensa durante o verão, contrariando as expectativas dos especialistas.

“Reforçamos a importância da vacinação da Influenza, pois ela protege contra a maioria dos vírus circulantes de gripe. Além disso, os cuidados como uso de máscara, higienização das mãos e álcool em gel seguem como medidas essenciais de prevenção para conter a disseminação do vírus”, declarou o secretário Beto Preto.

 

 

PARCEIROS