Mulher é presa por filmar e compartilhar abuso sexual da própria filha, criança tem apenas sete anos

Gostou deste conteúdo? compartilhe...

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Um caso revoltante foi registrado em Curitiba na última segunda-feira (4). Uma mulher acabou presa, suspeita de filmar e divulgar imagens da filha sendo abusada. A criança tem apenas de 7 anos de idade.

Ao todo, o Ministério Público do Paraná (MPPR) e o Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crime ( Nucria), cumpriram mais três mandados de prisão em Curitiba e em Piraquara ( Região Metropolitana).

Segundo a promotora responsável pelo caso, Tarcila Teixeira, a intenção da mãe da menor, era filmar o conteúdo pornográfico e depois compartilhar com terceiros mediante cobrança. Ainda segundo a investigação, a criança era obrigada a manter relações com o companheiro da acusada.

Os investigadores ainda tiveram acesso a troca de mensagens da mulher via celular. No conteúdo, ela afirmava manter relações íntimas com o outro filho, um jovem de 20 anos.

A mulher foi presa acusada pelos crimes de estupro de vulnerável, armazenamento e registro de material contendo pornografia infantil. Além da acusação de compartilhar o material produzido.

Aparelhos eletrônicos usados para a produção deste material foram apreendidos e agora serão usados na investigação. Os trabalhos dos peritos da Polícia Civil ficaram concentrados em uma casa em Piraquara e em outras duas residências localizadas nos bairros São Braz e Boa vista, em Curitiba.

A criança agora ficará sob os cuidados do pai. Já a mulher, foi encaminhada para o Nucria e depois disso, levada para o Sistema Penitenciário.

 

PARCEIROS