Paranaguá Saneamento orienta a identificar vazamentos residenciais

Gostou deste conteúdo? compartilhe...

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Você sabia que muitas pessoas acreditam que vazamentos só acontecem quando estoura um cano e a água começa a verter por todos os lugares? Pensando em desmistificar essa situação a Paranaguá Saneamento orienta a identificar os vazamentos menores, que são muito mais comuns e quase imperceptíveis no dia a dia.

Os vazamentos acontecem com frequência e podem ocorrer, por exemplo, no vaso sanitário, em torneiras antigas, tubulações com pequenas fissuras e outros locais pouco visíveis.

• Vaso sanitário: se você suspeitar que seu sanitário está com vazamentos, coloque sabão em pó nas paredes internas e observe. Se o pó umedecer, é sinal de que existe um vazamento no local. Se o seu sanitário possui caixa acoplada é possível escutar o barulho da caixa enchendo constantemente, o que também é sinal de vazamento;

• Torneiras: Caso o vazamento seja externo, é mais fácil verificar se existe o gotejamento apenas colocando um copo abaixo da torneira. É possível que o problema esteja entre a torneira e a parede. Nesse caso, seque toda a pia e coloque um papel toalha enrolado na junção entre a peça e a tubulação da parede e, passado um certo tempo, verifique se o papel permanece seco;

• Tubulações: esse é um dos vazamentos mais difíceis de identificar. Em caso de vazamentos maiores e prolongados, você poderá observar o descolamento de cerâmicas ou o aparecimento de manchas de umidade.

Quando o vazamento ocorre dentro das residências, o proprietário precisa identificar a origem e realizar o reparo, evitando o aumento do consumo e a perda de água. “É importante ter atenção ao consumo mensal e entrar em contato com nossa central de atendimento sempre que identificar um aumento fora do comum, mesmo quando os hábitos de consumo da casa não sofreram alterações”, explica o Diretor Geral da Paranaguá Saneamento, João Roberto Rocha Moraes.

Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), uma em cada três pessoas no mundo não tem acesso à água potável. Devemos estar sempre atentos para identificar eventuais vazamentos e consumir este bem de forma consciente durante o ano todo. Utilizar a água de forma sustentável é dever de todo cidadão.

PARCEIROS